Consumo de combustível: 8 dicas para economizar na sua frota

Saiba como fazer o consumo de combustível na sua empresa reduzindo um dos maiores custos da gestão de frotas.

Uma boa gestão de frota pode ser o que a sua empresa precisa para reduzir custos. Para tanto, é possível adotar uma série de medidas, entre elas, a de redução de consumo de combustível. Embora pareça algo trivial, o fato é que existe uma série de procedimentos que podem ser adotados quando a empresa busca gastar menos com esse tipo de necessidade.

É sobre isso que pretendemos tratar aqui. Saiba tudo o que é necessário não só para eliminar os desperdícios envolvendo o transporte na sua empresa como também para tornar mais eficientes as entregas.

1. Conheça a importância de controlar melhor os gastos

O abastecimento pode representar um custo considerável para uma empresa, principalmente quando o deslocamento de grandes percursos faz parte de sua rotina. Considerando a realidade dos empreendimentos e a conjuntura econômica, não estabelecer regras para lidar com essa despesa pode ser muito prejudicial para o negócio.

Constantes oscilações nos valores cobrados pelos postos seguem uma lógica de mercado e é por isso que a boa gestão precisa se preparar. Definindo sua política de preços ela consegue lidar melhor com as eventualidades e controlar essa despesa.

O fato é que esse problema pode ser resolvido de maneira muito mais fácil do que parece: com controle e inteligência. A ideia é que o dinheiro a mais que seria destinado ao consumo de combustível possa servir para novos investimentos e maior espaço para a empresa no mercado.

Quando a gestão pensa e age de maneira estratégica, ela consegue otimizar cada processo dentro das etapas de produção, de maneira a gerar resultados mais satisfatórios em larga escala.

É possível se reorganizar em função disso e economizar a partir da simples mudança de critérios. Você sabia que somente a mudança de período de abastecimento já ajuda a reduzir a despesa? É que em horários do dia com a temperatura mais amena ocorrem menos perdas por evaporação causa pelo calor. Com o combustível mais denso, ele perde menos massa por evaporação, permitindo a você abastecer a mesma quantidade por um valor menor.

Medidas assim, quando acumuladas, e considerando uma quantidade grande de veículos, permitem um uso mais racional desse recurso da empresa, criando meios para que ela economize significativamente.

Tudo o que você precisa saber sobre a logística de transporte. Baixe o e-book, é gratuito!

2. Trabalhe com um software específico

Uma medida bastante eficiente na busca por esse controle é a automação dos processos. Com a tecnologia, inúmeras soluções passaram para a palma das mãos das pessoas. Literalmente, pois os aplicativos para smartphones conseguem reunir funcionalidades incríveis exigindo o mínimo de espaço. É nessa lógica que é preciso considerar os sistemas de controle de abastecimento.

Esse programa permite ao gestor analisar custos por quilômetro rodado e disso extrair informações precisas a respeito do desempenho de cada veículo que tem à disposição. Na prática, isso representa uma facilidade incrível: a de os responsáveis poderem ter uma visão clara a respeito dos processos. Além disso, existem soluções capazes inclusive de fazer o registro de manutenções e controlar os gastos dos veículos.

É importante ressaltar que nesses programas específicos as informações são armazenadas na nuvem e podem ser acessadas via internet. Assim, uma vez que elas são inseridas e catalogadas, já podem ser acessadas de maneira a agilizar os processos.

Em um momento em que a tecnologia tem atingido os mais diversos segmentos empresariais, torna-se um diferencial saber como e quando recorrer a ela na busca por melhores resultados para a sua empresa.

→ Você sabe o que  é TMS e WMS? Esses sistemas são essenciais na logística!

3. Invista em treinamento para os motoristas

O essencial para um consumo de combustível mais racional está na ação dos motoristas. Sendo assim, o ideal é apostar na orientação para que eles possam ter o melhor desempenho. É possível corrigir maus hábitos de condução com programas de direção defensiva, por exemplo. Saiba que dependendo da maneira como são feitos procedimentos como a frenagem, por exemplo, o desgaste do motor e de outros sistemas do carro são mais afetados.

Além de melhorar a sua gestão de combustíveis, esse tipo de correção ajuda a eliminar problemas como acidentes e multas.

Muitas vezes, simples orientações também podem fazer a diferença na diminuição de consumo de combustível. Você sabia que mesmo equipamentos com o ar-condicionado podem aumentar o seu consumo? Com esse tipo de informação o seu próprio motorista pode contribuir com a política de economia de combustível da empresa.

Você pode criar programas de incentivo para os colaboradores que conseguirem alcançar determinada meta de consumo. Esse é, aliás, um recurso muito utilizado por companhias que sabem motivar seus profissionais. Elas criam os chamados “gatilhos” que, uma vez atingidos, permitem benefícios para quem conseguir destaque em suas tarefas.

De maneira geral, motoristas bem treinados e devidamente motivados, tendem a ser um elemento fundamental na boa gestão de frotas dentro da sua empresa.

4. Atenção a elementos como o peso e os pneus

Se você quer gastar menos dinheiro com consumo de combustível, então tudo deve ser considerado, mesmo aquilo que aparentemente não interfere no desempenho dos transportes. Em relação a isso, tenha em mente que o peso daquilo que você transporta também influi nesse tipo de gasto. Quando o veículo circula durante muito tempo acima da sua capacidade previamente determinada, ele traz um gasto significativo para a empresa no longo prazo.

Esse tipo de situação é mais comum do que parece: as empresas costumam trabalhar com veículos operando acima da capacidade na tentativa de economizar compensando um espaço não preenchido dentro do carro. O problema é que, ao otimizar a cubagem, você aumenta o gasto com consumo de combustível, fazendo com que a circulação se torne mais cara para o caixa da empresa.

Além disso, é importante ter cuidado com a calibragem dos pneus. Quando eles estão desregulados, o consumo de combustível também aumenta, por isso, defina uma prática de calibrar os pneus ao menos uma vez por semana ou de acordo com as características próprias da sua frota. De qualquer forma, vale a pena ter atenção especial a isso para extrair o máximo do desempenho de seus veículos.

Fazendo isso você não apenas alivia seu consumo de combustível como também ajuda a aumentar a vida útil dos pneus, ganhando mais tempo entre as reposições.

5. Estude os trajetos a serem feitos

Se você faz bom uso da informação que tem à sua disposição, também tem como fazer disso um meio para gerar economia no consumo de combustíveis para a sua empresa.

O fato é que não existe melhor maneira de economizar com consumo de combustível do que rodando menos. Isso pode ser feito quando você encontra os trajetos mais econômicos para as entregas. Para tanto, é preciso fazer uma análise prévia das rotas existentes e elaborar um planejamento eficiente. A ideia é que os motoristas estejam sempre circulando por caminhos que exigem menos consumo de combustível.

Estude sempre as rotas que serão percorridas pelos motoristas, mas também procure se atualizar em relação às informações passadas pelos clientes. Imagine uma situação em que houve uma alteração de endereço e você não registrou esse dado em seu banco de dados. Ou então outra situação em que a sua empresa trabalha com mapas desatualizados e que não trazem informações a respeito de questões como segurança e condições de trânsito. Tudo isso pode prejudicar as entregas, fazendo com que seus motoristas circulem mais e demorem mais tempo para executar seu trabalho. Isso sem citar problemas como multas e assaltos.

Nesse sentido, ter uma política de atualização é muito importante, pois assim é possível fazer uma gestão mais eficiente dos transportes.

→ Como reduzir custos com as entregas? assista ao vídeo abaixo e descubra!

6. Avalie os preços que os postos de combustíveis praticam

Essa pode parecer uma dica óbvia, mas o fato é que quando você não se planeja bem, mesmo a opção por preços menores acaba sendo inviável. Se a sua gestão de combustíveis é ruim, o reabastecimento terá que ser feito de imediato, sem que o motorista possa escolher a melhor opção.

E isso não diz respeito apenas a preço, mas também à qualidade do combustível. Tendo que reabastecer no improviso, você pode ter que recorrer a soluções que não resolverão o seu problema e, pior, em um cenário mais extremo, podem até comprometer o futuro do veículo.

É preciso estudar as ofertas previamente, optando por parceiros que realmente possam trazer diferenciais para a sua empresa. Sabendo que a diferença de preço entre um posto e outro pode ser significativa sem que isso represente uma perda em termos de qualidade, o ideal é que você procure negociar, buscando soluções de médio prazo que podem ser benéficas não só para você, mas também para esses parceiros.

Quer economizar com consumo de combustível e contar sempre com uma fonte realmente segura de reabastecimento para o seu negócio? Então pesquise e tente firmar parcerias com os postos mais qualificados.

7. Valorize a manutenção preventiva para evitar a corretiva

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Se a sua frota apresenta um consumo de combustível exagerado, isso pode comprometer a qualidade dos veículos. Quando eles apresentam mau uso, a tendência é que os problemas comecem a aparecer mais cedo do que o esperado. Sem boas condições, eles vão gastar mais combustíveis e esse ciclo fará com que você tenha que arcar com problemas como idas frequentes às oficinas para reparos e trocas de peças.

Pense que uma manutenção preventiva é a melhor maneira de evitar a manutenção corretiva, que é aquela que acontece quando os sistemas já estão comprometidos. Nesse caso, é importante que você trabalhe com os veículos de acordo com as especificações das montadoras, de maneira que os sistemas elétricos e mecânicos estejam sempre em dia com aquilo que elas estabelecem.

Como fazer isso? Estabeleça um programa de manutenção preventiva para a frota. Esse é um caminho eficiente para reduzir os custos e tornar toda a operação mais racional. Mesmo as eventuais trocas poderão ser feitas no momento certo, quando você já está preparado para investir em soluções melhores. Seguindo um cronograma, você consegue não somente economizar como também racionalizar as diferentes ações dentro da sua empresa.

Defina essa política para a sua empresa. Procurando valorizar seus ativos, naturalmente eles durarão mais, fazendo o sue investimento valer a pena. Esse é um diferencial da gestão responsável: trabalhar de forma a ir além da compra de soluções, buscando fazer o melhor uso possível delas na realidade do empreendimento.

Leia também → os 10 principais itens para ficar de ficar de olho na sua frota 

8. Considere dicas práticas para melhor consumo de combustível

Na direção, caberá ao seu motorista tomar as melhores decisões. Nada que não possa ser devidamente orientado na busca por maior economia. Você pode estabelecer diretrizes como o uso de sistemas mais avançados de GPS. Isso permite a escolha de rotas melhores e auxílio como nas instruções por voz, por exemplo. Mesmo soluções gratuitas já podem ter grande utilidade, informando quais são os horários de pico e as condições trânsito para determinado trajeto.

Caso você opte por serviços mais avançados, terá um retorno mais interessante para esse investimento, podendo contar com recursos ainda mais sofisticados e personalizados.

Como ressaltado anteriormente, uma vez que o seu colaborador é orientado a planejar as paradas para reabastecimento, ele pode economizar comprando sempre em postos mais baratos dentro da rota previamente estabelecida, por isso, concentrar a compra adquirindo maiores volumes de combustíveis de uma única vez é uma boa ideia, pois também permite melhores condições de negociação e prazo.

Pensando em diminuir a quantidade de frenagens, paragens e esperas, você pode adotar o pagamento automático de pedágio, permitindo assim economia no consumo de combustível pelo motorista e proteção ao motor. Essa é uma solução que gera economia especialmente quando aplicada por companhia com grandes frotas.

É preciso ter atenção também ao uso da marcha. A marcha lenta, quando usada por muito tempo, desgasta o motor e consome mais combustível. O ideal é que a condução seja feita em uma velocidade constante, sem tantas oscilações.

Enfim, tudo se resume à criação de uma política que vai além do controle de gastos, envolvendo a própria forma como você e sua equipe se relacionam com seus recursos. Tenho isso em mente, você pode começar a se organizar na busca pela criação de melhores processos e assim efetivamente economizar com consumo de combustível.

Entendeu como economizar com consumo de combustível? Então não deixe de conferir também o que é e como funciona a logística reversa.

→ Baixe nosso e-book gratuitamente e saiba quais são as Tendências para a Logística.

OnBlox é uma empresa de desenvolvimento de softwares para gerenciamento logístico.

Deixe seu Comentário

Informações

Se você deseja conhecer mais sobre nossos produtos, ou simplesmente fazer uma visita ao nosso escritório, fale conosco através do formulário de contato.